7 técnicas para diminuir o nervosismo ao falar em público

Olá, Speaker!

Um pouco de nervosismo antes de uma situação importante é absolutamente normal. Isso é sinal de que nos importamos e que essa experiência tem um valor para nossa vida pessoal ou profissional.

No entanto, quando esse sentimento atinge níveis excessivos, é um sinal que merece a sua atenção. Em apresentações, a ansiedade ou medo em excesso podem interferir na sua performance e prejudicar a transmissão da sua mensagem.

Por isso mesmo, aplicar técnicas para diminuir o nervosismo ao falar em público é uma boa ideia para aproveitar melhor essas situações e conseguir se apresentar da maneira mais eficiente.

Veja 7 técnicas que podem te ajudar nisso. Boa leitura!

1 Informe-se sobre o público com antecedência

Uma das grandes razões para o nervosismo é o medo do público. “Será que as pessoas vão me julgar?”, “O que o público espera da minha apresentação?” ou perguntas similares costumam ser recorrentes antes de uma apresentação.

Quanto mais você conhecer o seu público, mais chances de acertar na escolha de suas estratégias. Isso, por si só, aumenta a confiança que você sente e diminui sensações de nervosismo ao estar diante desse público.

Por isso mesmo, procure se informar sobre:

– A idade média do seu público

– O grau de instrução

– O quanto o público sabe sobre o assunto que você vai abordar

– O poder aquisitivo médio

2 Não confie demais na sua memória: crie um mapa mental

Deixar tudo para o improviso ou confiar demais na sua memória pode ser uma escolha perigosa. Primeiro, porque aumenta a pressão que você faz em si mesmo. Segundo, porque essa pressão gera um ciclo: o maior nervosismo prejudica sua concentração.

O que fazer, então? Usar ferramentas para organizar a sua fala e para criar um material de consulta durante a apresentação, se isso for necessário. Veja bem, Speaker, isso não é o mesmo que ler a sua fala, ok?

Um material de consulta pode ser um guia com palavras-chave de cada tópico, feito através de um mapa mental. Aliás, o mapa mental é uma excelente técnica para organizar e praticar o conteúdo da sua apresentação.

3 Pratique sua fala para se familiarizar com o conteúdo

Quanto mais você pratica, mais familiarizado estará com o conteúdo da sua apresentação. Isso impacta na sensação de autoconfiança, que é o melhor antídoto para o nervosismo ou medo de falar em público.

Dedique um tempo para praticar. Se possível, apresente-se para amigos e peça um feedback sobre a apresentação. Outra hipótese é gravar um vídeo simulando a apresentação e usar esse material para fazer os ajustes necessários.

4 Confira a parte técnica previamente

“E se os slides falharem?”, “E se o microfone não funcionar?”, “E se eu perder a conexão à internet?”. Problemas técnicos podem prejudicar (e muito) a apresentação. Só de pensar nisso, o nervosismo tende a ser maior.

Conferir a parte técnica com antecedência, mesmo em eventos maiores, é uma tranquilidade a mais. Ao fazer isso e garantir que está tudo bem, você “tira um peso” da sua mente e pode se concentrar em outros aspectos da sua fala.

5 Faça algum tipo de atividade física

Seja na véspera da apresentação ou, melhor ainda, no mesmo dia do evento: praticar alguma atividade física ajuda a controlar as descargas de adrenalina e a produzir hormônios de bem-estar.

É importante, no entanto, entender o seu comportamento ao estar nervoso para escolher o melhor exercício. Por exemplo: se você tende a ficar muito letárgico, opte por um exercício aeróbico, como uma caminhada ou corrida.

Caso fique muito acelerado ao sentir nervosismo, exercícios como yoga ou alongamentos podem ser opções melhores.

6 Faça exercícios de respiração diafragmática

Quando estamos nervosos, o nosso cérebro recebe sinais de alerta. Ao fazer exercícios de respiração, você “engana” o seu cérebro, enviando uma mensagem contrária: “está tudo bem”.

A respiração mostra, à sua mente, que não há situações de perigo e que, por isso mesmo, não precisam ser feitas descargas de adrenalina ou outras ações que o corpo faz para se preparar e estar alerta.

7 Evite pensar só no que poderia dar errado

Há uma tendência em focar demais no que poderia dar errado quando nos sentimos nervosos. É importante, então, tentar controlar essa tendência e desviar o pensamento para outros temas.

Uma boa ideia é ouvir sua música preferida ou, na véspera, assistir a um filme ou série que você goste. O importante é não cair na armadilha que a sua mente te impõe, que é focar excessivamente no que poderia acontecer de ruim na sua apresentação.

Plus: Evite bebidas energéticas, como o café

Essa não é uma técnica em si, mas é uma atitude aconselhável. É muito comum que, antes de um evento importante (como uma apresentação em público), as pessoas recorram às bebidas energéticas: cafés, energéticos, refrigerantes.

No entanto, essas bebidas costumam ter elevados índices de cafeína, uma substância que, cada vez mais, tem sido associada ao estresse e ao aumento da ansiedade. Hidrate-se de outras formas!

 

Lembre-se: o maior antídoto para o medo de falar em público é a preparação. Considere um treinamento em oratória para lidar com esses e outros desafios da comunicação! Seja um speaker!